Sonho

11-10-2013 20:02

Neste sonho que tenho, tudo me parece incomum... Encontro-me sentada em frente á tua janela enquanto me observas, por tua vez sentado na cama. A nossa conversa desenvolve-se no maior dos silencios, através de palavras gritadas pelo meu olhar e pelo teu sorriso...
Acabo por me levantar, de forma tanto natural quanto consigo, para me sentar a teu lado. Era esse o objectivo principal da minha Razão, o segundo objectivo da minha Emoção, pois quando me aproximo de ti só consigo deitar-te e deitar-me por cima do teu corpo quente, teu corpo suave... Agarro-te como quem tem fome de mais, e desapareço e renasco nos teus lábios... 
Como te movimentas de forma natural e suave!
Tiras-me a camisola, de modo a que nada se entreponha entre nós...


(Continua)