Pensando

02-10-2014 02:30

Pensando bem, acho que escrever-te faz-me falta. De um jeito que não entendo, meio louco já que o tu não existe e o nós é ilusão inocente. Brinco com as palavras porque as emoções parecem ter ficado lá atrás, assim como as paixões e as palavras bonitas ou até de desespero. Sabe se lá a diferença!
Se será cansaco não sei, a minha mente sempre foi o reino das incertezas e das desconfianças de tal jeito que não vivo de jeito normal. Não vivo acho. Mas que posso dizer ? As palavras são a fala da minha alma que, mesmo acorrentada, se queixa e resmunga querer ter voz própria para um dia, neste chamamento sem noção, te trazer até mim que te espero já deitada na minha cama de papel com minha cabeca tapada pelos cabelos castanhos aloirados poisados de forma irregular, escondendo o verde da esperança de meus olhos. Sei lá. Será minha frase de marca!