Escrita baralhada

27-07-2014 19:45
Tento, sim bem que tento, 
Encontrar-me em teus olhos azuis
Mas nunca tos vi, nem teu cabelo ao vento
Nas manhãs dos meus sonhos.
 
Ah se tento, loira de olhos sem cor, 
Encontrar em ti tudo o que até agora
Me negou o cupido e o amor, 
Mas já tenho de me ir embora!
 
Neste espelho onde me vejo,
Estou branca e sem sorrir sequer...
Em frente ao espelho pestanejo
E logo apareço sem me ver!
 
Bem que tento imaginar se algum dia
Onde estás, numa hora igual à minha,
Verás que sou palhaça de nariz vermelho
E que não sei se me acende desejo
Esse teu olhar, que tem cor de mar
E o qual nunca pus a vista em cima!