Esconder-me...

28-10-2013 20:13

Escondo-me de mim por não saber para onde ir, por não saber se é comigo que posso contar...
Meus pensamentos são confusão quando se tornam sentimentais e sufocam-me em dúvidas que não deviam existir.
Um pecar por olhar em volta e estar sozinha e ser a causadora de tanto sofrimento.
Passo pela minha alma um ferro em brasa e sinto-o queimar, fazer desaparecer o que me faz mal....sinto uma dor lacinante que nem sequer me permite pensar....
Começo a parar o ferro em brasa para o concentrar agora num só sitio....
Paro a tortura própria passado uns minutos, e posso renascer aos trambolhões...
Sentindo a minha alma retirar de si os pedaços queimados que haviam ficado; sou agora só uma metade!
Sou agora escuridão, devassidão e contrariedade!


Mas a luz que existe jamais desaparecerá...

S. Leon

Divagar

14-01-2015 19:27
Já só me arrasto. E tão simples como isso. Nada de palavras bonitas, trocadilhos tocantes. Só a puta da verdade. E ela sabes qual é ? Dói não sentir, ainda mais do que dói se sentisse. E um filho da puta de um vazio que decidiu morar em mim e eu não sei como preenche lo. Todos os dias anulo me,...
30-10-2014 19:23
I keep slipping on my old mistakes and wishes. Who wouldn't if they were so good to remember ? I watch my feet walking around the bedroom, walking around in circles. How can I wish and do nothing about it ? My wishes seem the same while the time passes, but I am a grown up woman now, aren't they...
29-10-2014 22:49
I was alive. That was a thought that regularly occurred me when I started thinking to much about my life. I am alive. The only thing that matters and my obligation was to make it worthy. I couldn't let go a chance to live. I mean, how many people lost that chance and keep loosing it by being...
26-10-2014 02:51
Sou a pessoa que mais me julga, mais me critica e mais me rebaixa. Eu sou quem, em meus pensamentos envergando a parca negra de cigarro na boca, me olha de alto a baixo e sorriso maléfico. Ser patético ! Sou eu que discurso, para mim mesma, andando e um lado para o outro numa sala vazia. Ajeito a...
08-10-2014 23:53
As ruas eram vagas, o meu coração batia normalmente enquadrando os passos no cenário das ruas na noite que caia negra. Os candeeiros iluminavam os rastos matinais e as corridas da tarde, pequenas memórias sem volta que eram agora fantasmas, vultos passageiros e leves. A calma era notória, enquanto...
06-10-2014 22:44
Vamos por isto em pratos limpos ! A vida é uma merda. Uma merda, sim. Mas a merda mais bonita que temos a honrada oportunidade de viver ! Se sofres para que acrescentar frustracao? Segue em frente, agarra as oportunidades que a vida te dá e vive. Vive tão intensamente que facas as pedras da...
02-10-2014 02:30
Pensando bem, acho que escrever-te faz-me falta. De um jeito que não entendo, meio louco já que o tu não existe e o nós é ilusão inocente. Brinco com as palavras porque as emoções parecem ter ficado lá atrás, assim como as paixões e as palavras bonitas ou até de desespero. Sabe se lá a diferença!...
21-09-2014 02:05
Não podia sair...era cedo demais... era muito cedo, olhava pelas janelas, pelo vidro da porta e encostei-me, deslizando parede abaixo com tudo isto cá dentro empurrando para baixo, quero gritar. Joelhos contra o peito e a cabeça contra os joelhos, e os pensamentos atingiam-me como balas, os...
20-09-2014 16:14
Estava frio. As tuas mãos seguravam as minhas num acto de protecção reconfortante. Sorri, o meu olhar fixando as pedras da calçada sem saber como te olhar. As tuas palavras ecoavam-me na cabeça, eliminando cada medo, cada insegurança, e as tuas mãos eram macias. Tão macias que desejei o teu toque...
18-09-2014 13:53
Falar de mim sem falar de ti tornou-se complicado. O nosso inicio atribulado, encontraste o que nem eu percebi estar perdido e todos os dias me provas que não estou sozinha. Sabes as palavras certas, como atenuar as minhas explosões. Chamo-te puto porque és o meu puto, tornaste-te a minha base,...
1 | 2 | 3 | 4 >>